. Ringo Starr apresenta “Zoom in, Zoom Out”, 2º single do seu novo EP. - Rock Blues
junho 22, 2021

Rock Blues

Ribeirão

Ringo Starr apresenta “Zoom in, Zoom Out”, 2º single do seu novo EP.

Ringo Starr apresenta “Zoom In, Zoom Out”, a faixa-título de seu aguardado próximo EP, “Zoom In”, com lançamento previsto para o próximo dia 19 de março. A nova canção é o segundo single do projeto e foi escrita por Jeff Zobar durante a pandemia, além de apresentar Robbie Krieger na guitarra. Os dois músicos fazem parte do consagrado time de colaboradores que acompanham Ringo no novo EP. 

O novo single segue o sucesso de “Here’s To The Nights”, escrito por Diane Warren. A faixa foi lançada em dezembro de 2020 e chegou acompanhada do clipe, que reúne imagens do astro e de alguns de seus velhos e novos amigos, incluindo o ex-Beatle Paul McCartney, Joe Wals, Corinne Bailey Era, Eric Burton (Black Pumas), Sheryl Crow, FINNEAS, Dave Grohl, Ben Harper, Lenny Kravitz, Jenny Lewis, Steve Lukather, Chris Stapleton e Yola.

O EP conta ainda com “Teach Me To Tango”, escrita e produzida por Sam Hollander, que enviou para Ringo a faixa quase completa. O ex-Beatle adicionou os vocais e, é claro, a bateria. Ringo coescreveu “Waiting For The Tide to Turn” com seu engenheiro de som Bruce Sugar, adicionando Tony Chen e suas extensas raízes de reggae; e “Not Enough Love In the World”, também escrita por Steve Lukather e Joseph Williams, membros de longa data da All Starr Band (créditos completos abaixo).

Tomando todas as precauções, Starr convidou para gravar a faixa apenas alguns músicos em diferentes momentos para seu estúdio em casa. Juntaram-se a ele músicos como Nathan East (baixo), Steve Lukather (guitarra), Bruce Sugar (synth guitar), Benmont Tench (piano), Charlie Bisharat (violino), Jacob Braun (cello) e Jim Cox (arranjos de cordas e synth strings).

Ao longo de sua carreira, Ringo Starr recebeu nove prêmios GRAMMY® e foi introduzido duas vezes no Rock and Roll Hall of Fame – primeiro como integrante dos Beatles e depois como artista solo. Entre 1970 e 2020, Ringo lançou 20 discos solo de estúdio. Ele ainda atuou em mais de 15 filmes, recebeu um Oscar® e foi indicado como ator para um Emmy®. Ringo publicou sete livros; passou um período como modelo de moda masculina e passou para atrás das lentes como fotógrafo de algumas fotos de divulgação da banda Foo Fighters. Em 2018, Ringo foi nomeado cavaleiro e em 2019 comemorou 30 anos de turnê com sua All Starr Band. Por todos os seus muitos sucessos criativos, Ringo é – e sempre será – antes de tudo um músico, um baterista. A franqueza, a sagacidade e a alma do artista são a força vital de sua música. Paz e amor são o ritmo e a melodia de sua vida, e ele impulsiona essa mensagem universal em tudo que faz: sua obra evocativa, suas entusiasmadas performances ao vivo, suas canções lendárias, tudo imbuído da alegria, reflexão e sabedoria do ícone da música que o mundo conhece e ama simplesmente como “Ringo”.

Fonte: Depto. de Comunicação UMB