. Baterista do Fleetwood Mac lança álbum homenageando Peter Green - Rock Blues
junho 24, 2021

Rock Blues

Ribeirão

Baterista do Fleetwood Mac lança álbum homenageando Peter Green

“Mick Fleetwood and Friends Celebrate the Music of Peter Green and the Early Years of Fleetwood Mac” foi lançando na última sexta por Mick Fleetwood, baterista do Fleetwood Mac. O álbum traz músicas dos primeiros disco do Fleetwood Mac, especialmente as canções compostas por Peter Green na fase mais blues rock da banda.

Figura importante na “segunda grande época" do movimento blues britânico, Peter Green (guitarra) fundou o Fleetwood Mac em 1967, ao lado de Mick Fleetwood (bateria), de Jeremy Spencer (guitarra) e John McVie (baixo). Lançaram o primeiro álbum em 1968, permanecendo nas paradas britânicas por mais de um ano. Peter participou dos três primeiros álbuns da banda: “Fleetwood Mac” (1968), “Mr. Wonderful" (1968) e “Then Played On" (1969). A banda entrou em crise em 1970, devido as experiências de Green com o LSD. Em março de 1970, durante uma turnê do Fleetwood Mac pela Europa, Green se juntou a uma comunidade hippie em Munique (Alemanha). Após performances finais com o grupo, ele oficializou sua saída do Fleetwood Mac em maio do mesmo ano.

Eleito o terceiro melhor guitarrista de todos os tempos pela revista Mojo em 1996, Green foi elogiado por B.B. King que comentou: “Ele tem o tom mais doce que eu já ouvi. Foi o único que me fez suar frio" e por Eric Clapton, chegando a substituí-lo, em 1966, na banda John Mayall and Bluesbreakers.

“Mick Fleetwood and Friends Celebrate the Music of Peter Green and the Early Years of Fleetwood Mac” foi gravado em fevereiro de 2020, quatro meses antes do falecimento de Peter Green, que morreu aos 73 anos enquanto dormia. O álbum conta com convidados mais que especiais como Neil Finn (Crowded House), Noel Gallagher (Oasis), Billy Gibbons (ZZ Top), David Gilmour (Pink Floyd), Kirk Hammett (Metallica), John Mayall (Blues Breakers), Christine McVie (Fleetwood Mac), Jeremy SpencerBlues  (Fleetwood Mac), Pete Townshend (The Who), Steven Tyler (Aerosmith) e Bill Wyman (Rolling Stones). O lendário produtor Glyn Johns (Small Faces & The Beatles) se juntou como produtor de som executivo e a banda da casa contou com o próprio Mick Fleetwood junto com Andy Fairweather Low, Dave Bronze, Rick Vito, Zak Starkey, Jonny Lang e Ricky Peterson. As 23 faixas:

  1. Rolling Man
  2. Homework
  3. Doctor Brown (feat. Billy Gibbons)
  4. All Your Love (feat. John Mayall)
  5. Rattlesnake Shake (feat. Billy Gibbons & Steven Tyler)
  6. Stop Messin’ Round (feat. Christine McVie)
  7. Looking For Somebody (feat. Christine McVie)
  8. Sandy Mary
  9. Love That Burns
  10. The World Keep Turning (feat. Noel Gallagher)
  11. Like Crying (feat. Noel Gallagher)
  12. No Place To Go
  13. Station Man (feat. Pete Townshend)
  14. Man Of The World (feat. Neil Finn)
  15. Oh Well (Pt.1) (feat. Billy Gibbons & Steven Tyler)
  16. Oh Well (Pt.2) (feat. David Gilmour)
  17. Need Your Love So Bad
  18. Black Magic Woman
  19. The Sky Is Crying (feat. Jeremy Spencer)
  20. I Can’t Hold Out (feat. Jeremy Spencer)
  21. The Green Manalishi (With The Two Prong Crown) (feat. Billy Gibbons & Kirk Hammett)
  22. Albatross (feat. David Gilmour)
  23. Shake Your Moneymaker

“O show foi uma homenagem ao blues, onde todos nós começamos, e é importante reconhecer o profundo impacto que Peter e essa primeira fase do Fleetwood Mac tiveram no mundo da música. Ele foi meu maior mentor e foi uma alegria homenagear seu incrível talento. Tive a honra de compartilhar o palco com alguns dos muitos artistas que Peter inspirou durante os anos e que compartilham meu grande respeito por ele” declarou Mick Fleetwood.

Fiquem com “The Green Manalishi (With The Two Prong Crown)" que traz Billy Gibbons e Kirk Hammett. Viva Peter Green!